Dê Play




House Mag Academy: confira um guia com os melhores fones para DJs

News3

                 Quando alguém está iniciando uma carreira na discotecagem, muitas vezes, fica perdido em meio a tantos termos técnicos e opiniões subjetivas sobre o que é melhor ou pior, o que é mais importante e o que pode ficar em segundo plano. E quando pensamos em ferramentas de trabalho, isso não é diferente.


Não sei vocês, mas, para mim, depois da música em si, o fone de ouvido é a ferramenta de trabalho mais importante do DJ. E não são incomuns as histórias de apego entre artista e um determinado fone ou modelo, é uma relação quase como a de Batman e Robin quando o assunto é mixagens precisas.

Por isso, sempre que me perguntam, digo que o primeiro investimento de equipamento que um aspirante a DJ deve fazer é em um bom fone de ouvido. Afinal, a quase unanimidade das pessoas que eu conheço que tocam (eu incluso) detestam emprestar seus headphones, isso quando o fazem. É aquele papo que falei ali, o fone é quase uma extensão do corpo de alguns artistas.

Sabemos que a alta do dólar é sempre um entrave para a compra de novos equipamentos, mas vai por mim: um headphone de qualidade e confiável vai te acompanhar durante muitos anos e não tem como alguém que realmente deseja se profissionalizar como DJ não enxergar isso como um investimento.

Por isso, nós da House Mag Academy decidimos auxiliar nessa decisão com um guia dos melhores fones que estão disponíveis no Brasil, seja por representação própria ou por importadores. Eles abarcam diferentes faixas de preço, então tem para todo gosto e bolso.

Confira a lista com os prós e contras de cada modelo!

Sennheiser HD-25


sennheiserhd25professionaldjheadphone_500

Com apenas 140 gramas, o HD-25 virou um padrão de mercado para os DJs atuais. As cápsulas rotativas permitem que o usuário escute com apenas um ouvido, essencial para mixar. É um fone ideal tanto para tocar quanto para trabalhar em estúdio e para monitoramento de áudio para gravações. E o melhor: ele nem é o mais caro da lista!

Prós: extremamente leve, cápsulas rotativas, fácil substituição de peças.

Contras: o arco pode apertar demais a cabeça, causando algum desconforto.

A partir de R$ 1.030.

Pioneer DJ HDJ-X10


pioneerhdjx10bestheadphones_500

Seu design premiado chama atenção, mas é na gama de frequência que esse fone da Pioneer se destaca, reproduzindo sons entre 5 e 40.000 Hz. Feito com a ajuda de diversos profissionais da cena, ele conta com uma câmara de reflexão de graves, deixando o subbass ainda mais potente.

Prós: maior gama de frequências, corpo mais resistente, camada repelente de água que evita o suor e sujeira, acompanha dois tipos de cabos.

Contras: o custo elevado, o design meio grandalhão.

A partir de R$ 2.399.

AIAIAI TMA-2


aiaiaitma2bestheadphones_500

Elogiado pelo seu conforto e beleza, o TMA-2 é o modelo adotado por grandes nomes como Richie Hawtin e Charlotte De Witte. Seus falantes banhados de titânio dão a força necessária para um grave firme.

Prós: fácil substituição de peças, pads (as espumas que ficam em contato com a orelha do DJ) muito confortáveis e arco de alta resistência.

Contras: como é um fone modular, ele vem totalmente desmontado (a montagem é simples, mas podem ocorrer erros), falta refinamento nos materiais para um fone desse preço.

A partir de R$ 2.200.

V-Moda Crossfade M-10


vmoda100_500

Com arco de metal e cabos reforçados, o M-10 chama atenção pelo design arrojado e pela durabilidade. O fone permite personalizações e se destaca pelo excelente isolamento acústico.

Prós: excelente isolamento acústico, pads muito confortáveis, cabo espiral que permite que o DJ se afaste mais do mixer.

Contras: o arco aperta muito a cabeça e é muito desconfortável com óculos, mais pesado que a média.

A partir de R$ 1.699.

Audio-Technica ATH-M50X


athm50x_500

Reconhecido pelo conforto com que envolve o ouvido e pela cápsula fechada que ajudam a diminuir ruídos externos, é um dos fones dessa lista com o som mais equilibrado e limpo.

Prós: excelente isolamento acústico, cápsulas que giram para facilitar a escuta com um ouvido.

Contras: não tem tanta potência de grave, o arco também pode apertar um pouco a cabeça.

A partir de R$ 1.284.

Shure SRH440


shurebestheadphones_500

Sua simplicidade e o valor acessível torna esse modelo uma excelente opção para DJs iniciantes ou para quem vai utilizá-lo apenas em casa, sendo uma das melhores escolhas entre os modelos mais baratos.

Prós: valor mais acessível, assinatura sonora bem equilibrada.

Contra: design e construção bem atrasados.

A partir de R$ 699.

Menção honrosa: Technics EAH-DJ1200


technicseahdj1200_1_dje0007279000_500

Sucessor do clássico RP-DJ1200, o novo fone profissional da Technics mantém o legado do anterior e acrescenta novidades muito úteis para os DJs, como o cabo removível com trava. Infelizmente não encontrei o modelo disponível à venda no Brasil, mas é uma opção para quem considera importar.

Prós: leves e confortáveis mesmo por longos períodos, cápsulas giratórias que permitem diversas formas de uso.

Contras: não é tão fácil de encontrar no Brasil.


Deixe seu comentário